CartaExpressa

Maioria dos presidentes de partidos rejeita voto impresso, mostra levantamento

Com 14 líderes contrários ao voto impresso, pesquisa comprova baixa adesão do Congresso à principal proposta de Bolsonaro

Foto: Nelson Jr./ ASICS/ TSE Foto: Nelson Jr./ ASICS/ TSE
Foto: Nelson Jr./ ASICS/ TSE Foto: Nelson Jr./ ASICS/ TSE
Apoie Siga-nos no

Em levantamento recente do Instituto Ideia, 14 presidentes de partidos disseram ser contra o voto impresso. A pesquisa é de caráter qualitativo e entrevistou 18 líderes nacionais de legendas. A informação é do jornal O Globo.

Por ser uma pesquisa qualitativa, a posição de cada presidente sobre a proposta não é revelada. A análise foi feita a partir de entrevistas com os dirigentes a pedido da campanha “Freio na Reforma: Política se reforma com democracia”, do grupo ITS Rio, Transparência Partidária e Pacto pela Democracia.

O levantamento comprova a baixa adesão do que é hoje a principal proposta de Jair Bolsonaro. O próprio presidente já admitiu que atualmente, se for colocado em votação, o projeto será rejeitado.

Com a baixa adesão, a base bolsonarista que analisa a PEC do voto impresso na Comissão Especial da Câmara trabalha para atrasar a votação. Uma pequena ‘vitória’ nesta articulação foi garantida com uma manobra regimental que levou a votação para o retorno do recesso parlamentar, que deve ocorrer na próxima semana.

Naquele momento, a manobra evitou que a proposta fosse rejeitada na própria comissão. Políticos, no entanto, avaliam que o movimento gerou apenas um atraso, já que há uma grande articulação de partidos que atuam nos bastidores para barrar a proposta nos próximos dias.

O Ideia também pesquisou a posição dos líderes partidários sobre outras pautas como o ‘distritão’. Sobre o tema, ainda não há consenso: dez são contrários e oito favoráveis.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.