CartaExpressa

Justiça nega pedido de DJ Ivis para tirar do ar vídeo de agressão contra a ex-mulher

Justiça nega pedido de DJ Ivis para tirar do ar vídeo de agressão contra a ex-mulher

Créditos: Reprodução Instagram

Créditos: Reprodução Instagram

A juíza Maria José Sousa Rosado de Alencar, da Comarca de Fortaleza, negou o pedido da defesa do DJ Ivis para que fosse removido o conteúdo em que ele aparece agredindo a esposa, Pamella Holanda. A mulher divulgou as imagens das agressões no domingo 11, em suas redes sociais.

Também foi negado o pedido do músico para que a esposa fosse proibida de comentar o assunto com a imprensa, ‘principalmente onde citem a filha menor’.

Na análise, a juíza destacou ser “impossível analisar o pedido, além do que a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria afronta ao direito fundamentada livre expressão da imprensa”.

Após a divulgação das agressões, Ivis se manifestou em suas redes sociais dizendo que não vivia um relacionamento saudável e que sofria ameaças por parte da esposa. Ele também moveu um uma ação de calúnia contra Pamella. A defesa do DJ afirma que a mulher comunicou à imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica, o que prejudicaria a reputação de Ivis.

Sobre o ponto, a juíza acrescentou em um trecho da decisão que “a falta de veracidade ou eventuais excessos veiculados em matérias de internet deverão ser apurados posteriormente, sendo incompatível com o regime de plantão judiciário, pelo que deixo de acolher os pedidos formulados em tutela de urgência”.

O processo foi encaminhado para a Comarca da cidade de Eusébio, na Grande Fortaleza, onde o músico mora.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem