CartaExpressa

Freixo aciona a Justiça por afastamento de Ricardo Salles

Freixo aciona a Justiça por afastamento de Ricardo Salles

O deputado argumenta que a impessoalidade que deve existir no serviço público passou ao largo da gestão do ministro

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) entrou com uma ação popular na Justiça Federal em que pede o afastamento do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, por desvio de finalidade superveniente e violação às normas da Constituição da República.

Freixo cita a Operação Akuanduba da Polícia Federal, que investiga atos que afrouxaram as regras de controle para exportação de madeira.

Na quarta-feira 19,  foram realizadas buscas e apreensões em endereços residenciais do ministro em São Paulo, no endereço funcional em Brasília e também no gabinete que ele montou no Pará..

“Ricardo Salles é o responsável direto pelo desmonte da política nacional do meio ambiente, como dito por ele mesmo na reunião ministerial com o “passar a boiada”, que se concretiza através da desestruturação das estruturas de proteção ao meio ambiente, com a nomeação de agentes que atuam para evitar fiscalização e/ou sanção de investigados, na exoneração ou afastamento de cargo de servidores públicos comprometidos com a defesa do meio ambiente ecologicamente equilibrado e com o interesse público”, argumenta Freixo.

A operação também resultou no afastamento do presidente do Ibama, Eduardo Bim. “A impessoalidade que deve existir no serviço público passou ao largo da gestão de Salles”, diz a ação popular.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem