CartaExpressa

DJ Ivis é preso em Fortaleza após agredir esposa

O caso veio à tona depois que a vítima publicou vídeos das agressões dentro do apartamento do casal, diante da filha de 9 meses

Créditos: Reprodução Instagram Créditos: Reprodução Instagram
Créditos: Reprodução Instagram Créditos: Reprodução Instagram

DJ Ivis foi preso nesta quarta-feira 14, em Fortaleza, em decorrência das agressões praticadas contra sua ex-mulher Pamella Holanda. O governador do Ceará, Camilo Santana, confirmou a detenção do produtor musical em suas redes sociais. “Que responda pelo crime cometido”, publicou.

A Polícia Civil havia decreto a prisão preventiva na terça-feira e, nesta tarde, a Justiça a concedeu.

O caso veio à tona depois que a vítima publicou em suas redes sociais vídeos das agressões dentro do apartamento do casal, diante da filha de apenas 9 meses. A mãe da vítima também presenciou as agressões, além de um funcionário do produtor musical.

Pamella registrou um boletim de ocorrência no dia 3 de julho na delegacia da cidade de Eusébio, na Grande Fortaleza. No entanto, afirmou ter sofrido outras violências durante a relação, a primeira delas quando ainda estava grávida de cinco meses.

Também nesta quarta-feira, o delegado que investiga o caso afirmou que a vítima será submetida a um novo exame de corpo de delito para que seja definida a gravidade das lesões provocadas por Ivis.

Segundo o Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV) da Polícia Civil, que acompanha o caso, 10 pessoas já foram ouvidas no caso até hoje. Entre elas, Maria Vaneide da Silva, que era funcionária do casal e compareceu espontaneamente para depor. Também foi ouvido, na terça-feira, o homem que presenciou as agressões.

|

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!