CartaExpressa

Deltan Dallagnol diz que vai votar em Bolsonaro em caso de 2º turno contra Lula

Ex-procurador da Lava Jato publicou a mensagem de apoio ao ex-capitão em suas redes sociais

Deltan apresenta a denúncia contra Lula em 2016. Foto: Reprodução
Deltan apresenta a denúncia contra Lula em 2016. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O ex-procurador do Ministério Público Federal Deltan Dallagnol afirmou nesta segunda-feira 27 que pretende votar em Jair Bolsonaro (PL) caso o segundo turno seja disputado entre ele e o ex-presidente Lula (PT). A mensagem de apoio ao ex-capitão foi publicada no seu perfil em uma rede social.

“Por mais que eu não goste de muitas atitudes do atual governo, simplesmente não há nada pior e mais ameaçador para o futuro do Brasil do que o PT e Lula voltarem para a cena do crime”, respondeu Deltan a um seguidor.

Vale lembrar que o ex-procurador foi, recentemente, condenado a pagar uma indenização ao ex-presidente Lula por exibir um gráfico que apontava, sem provas, o petista como chefe de uma organização criminosa. Mais tarde, Deltan admitiu que a apresentação teria sido um erro. A condenação foi considerada ‘tímida’ por dezenas de juristas. Ele também é alvo de cobrança por uso indevido de diárias.

Atualmente o ex-procurador é pré-candidato a deputado federal pelo Podemos no Paraná. Aliado de Sergio Moro (União Brasil), ele corre o risco de ter que disputar votos contra o ex-juiz, que mantém a sua real intenção política em segredo após abandonar o antigo aliado no Podemos.

A posição de Deltan reforça as chances do Podemos, que alega não ser base de Bolsonaro, formar palanque para o ex-capitão. A legenda tinha a expectativa inicial de ter candidato próprio, mas viu Moro, seu escolhido, migrar de sigla sem dar satisfações. O ex-juiz deixou para trás um prejuízo estimado em 3 milhões de reais.

Há ainda a possibilidade de que o general Carlos Alberto Santos Cruz seja escolhido do partido de Deltan para a disputa. A publicação, no entanto, indica que o ex-procurador não estaria tão confiante no nome sondado pelo próprio partido.

Vale ressaltar ainda que há possibilidade de que o segundo turno citado por Deltan nem ocorra, já que pesquisas recentes, como a do instituto Datafolha, mostram o ex-presidente Lula com 53% dos votos válidos na disputa. O resultado renderia a vitória de Lula já no primeiro turno.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.