CartaExpressa

‘Erro nosso’, diz Deltan sobre PowerPoint que colocava Lula como chefe da corrupção

‘Foi um erro de conta nosso sobre o modo que pode ter gerado uma interpretação equivocada’, disse em entrevista

Deltan Dallagnol e Lula. Fotos: Marcelo Camargo/Agência Brasil e AFP
Deltan Dallagnol e Lula. Fotos: Marcelo Camargo/Agência Brasil e AFP

O ex-procurador Deltan Dallagnol admitiu que o PowerPoint feito pela operação Lava Jato sobre o ex-presidente Lula foi um erro de cálculo dos investigadores.

Em entrevista ao Flow podcast na segunda-feira 29, Dallagnol afirmou que a força-tarefa já tinha “feito ‘n’ entrevistas anteriores”, usando apresentações do tipo, mas sem a mesma repercussão. ​

“Erro de cálculo nosso… Foi um erro de conta nosso sobre o modo que pode ter gerado uma interpretação equivocada por parte da sociedade, mas a nossa intenção era de fazer exatamente o que a gente tinha feito em casos anteriores”, disse.

“A gente sempre tentou ser didático. A gente não acha que a pessoa tem que ter feito direito para entender de corrupção… a gente quer ser simples e levar informação simples para que a pessoa entenda qual é o problema e qual é a solução”, acrescentou.

Powerpoint Deltan Dallagnol faz apresentação de Powerpoint. Foto: Reprodução/Twitter

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!