CartaExpressa

Dallagnol pediu que força-tarefa checasse viagens dos advogados de Lula

Uma vizinha relatou a uma integrante do MP uma viagem feita pelo casal para Genebra, na Suíça

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

Os advogados do ex-presidente Lula tiveram informações pessoais compartilhadas com a Força-tarefa da Operação Lava Jato.

O caso foi revelado por Cristiano Zanin na terça-feira 9, no julgamento da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal que autorizou o compartilhamento das mensagens trocadas pelo ex-juiz Sergio Moro e pelos procuradores.

O advogado afirmou que uma vizinha relatou a uma integrante do MP uma viagem feita pelo casal para Genebra, na Suíça.

Ao receber a informação, Deltan Dallagnol pediu aos procuradores que verificassem as viagens e os destinos dos advogados.

“Isso é um escândalo, isso é inaceitável e não pode ser aceito”, afirmou Zanin.

Veja o vídeo a partir do minuto 50’20.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.