CartaExpressa

Confira como votou cada senador no 2º turno da PEC da Transição

A proposta viabiliza o Bolsa Família de 600 reais e garante mais 150 reais por família com criança de até 6 anos

O Senado durante a segunda votação da PEC da Transição. Foto: Jonas Pereira/Agência Senado
Apoie Siga-nos no

O Senado aprovou em dois turnos na noite desta quarta-feira 21, pela segunda vez, a PEC da Transição, proposta que eleva o teto de gastos a fim de que o governo eleito de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) possa pagar em 2023 o Bolsa Família de 600 reais e garantir mais 150 reais por família com criança de até 6 anos.

Foram 63 votos a favor da proposta e 11 contrários em ambos os turnos.

Horas antes, o texto havia sido aprovado pela Câmara por 331 votos a favor e 163 contra. Como os deputados promoveram mudanças significativas, os senadores tiveram de votar a matéria novamente.

Confira como votou cada senador no segundo turno:

sENADO

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar