CartaExpressa

Ciro pede Congresso e Forças Armadas ’em alerta’ após Bolsonaro faltar a depoimento

Segundo o pedetista, trata-se de ‘mais um capítulo na escalada de gerar conflitos que tumultuem o curso normal das eleições’

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes. Foto: Divulgação/PDT
O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes. Foto: Divulgação/PDT
Apoie Siga-nos no

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, afirmou nesta sexta-feira 28 que o presidente Jair Bolsonaro “decidiu confrontar, de forma irresponsável e autoritária, uma decisão do STF”. Ao contrário de determinação do ministro Alexandre de Moraes, o ex-capitão não compareceu à Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal para depor sobre o vazamento de um inquérito.

Segundo Ciro, trata-se de “mais um capítulo na escalada de gerar conflitos e impasses que tumultuem – ou tentem inviabilizar – o curso normal das eleições, já que ele se sente antecipadamente derrotado”. Diante disso, declarou o pedetista nas redes sociais, “Congresso Nacional, Forças Armadas, sociedade civil e comunidade internacional devem se colocar em grau permanente de alerta”.

“Mesmo que este episódio seja superado, outros surgirão, pois é isto que Bolsonaro tem feito, com pausas meramente táticas, desde o ano passado”, acrescentou Ciro, reforçando que “um presidente que comete crimes – inclusive de responsabilidade – em sequência, sem punição, se sentirá cada vez mais poderoso, mesmo que esta sensação se baseie em mero delírio psicótico de poder”.

Na tarde desta sexta, Alexandre de Moraes negou o recurso apresentado pela Advocacia-Geral da União e manteve a data-limite para que Bolsonaro preste depoimento à PF. Em decisão na quinta-feira 27, o magistrado havia mandado Bolsonaro depor nesta sexta para esclarecer o vazamento de um inquérito que apurava uma invasão hacker ao sistema eleitoral em 2018.

O presidente divulgou o inquérito em uma entrevista à Jovem Pan, no ano passado, para levantar suspeitas de que as urnas eletrônicas não seriam confiáveis, mas não apresentou comprovações de que o resultado do pleito foi alterado. O Tribunal Superior Eleitoral também negou ocorrências de fraude.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.