CartaExpressa

Câmara aprova urgência para projeto que proíbe o uso de cerol

A matéria tramita na Casa desde 2011 e pode ir ao plenário

Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Apoie Siga-nos no

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira 5 a tramitação em regime de urgência de um projeto de lei que proíbe a utilização de cerol ou produto semelhante em fios ou linhas de pipas.

O texto, de autoria da ex-deputada Nilda Gondim (MDB-PB), tramita na Casa desde 2011. Com a urgência, ele pode ser levado para votação no plenário a qualquer momento.

Também nesta terça, os deputados aprovaram regime de urgência para outros três projetos de lei:

  • PL 6579/19, do Senado, que inclui o município de Pacaraima (RR) na Área de Livre Comércio de Boa Vista;
  • PL 2144/23, da deputada Silvia Waiãpi (PL-AP), que aumenta a pena de crimes contra liberdade sexual; e
  • PL 4581/20, do ex-deputado Coronel Tadeu (PL-SP), que permite aos portadores de doenças renais crônicas realizar hemodiálise em outras localidades quando estiverem em trânsito.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar