CartaExpressa

Câmara aprova sessão solene em homenagem a Olavo de Carvalho

A previsão é de que o evento ocorra no dia 1º setembro

Olavo de Carvalho em discurso via Youtube. Foto: Reprodução Olavo de Carvalho em discurso via Youtube. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados aprovou a realização de uma sessão solene em homenagem a Olavo de Carvalho, guru da extrema-direita brasileiro falecido em janeiro de 2022.

O requerimento foi apresentado na segunda-feira 10 e é de autoria da deputada bolsonarista Bia Kicis (PL-DF). O deputado Altineu Cortes, líder do PL na Câmara, também assina a proposta.

A aprovação veio em um curto intervalo de tempo, apenas dois dias depois, e é assinada por Marcos Pereira (Republicanos-SP), que interinamente está no comando da Casa na ausência de Arthur Lira (PP-AL). Pereira, apesar das recentes tentativas de descolamento, foi base de sustentação de Bolsonaro na Câmara.

Não há, no requerimento, justificativas para embasar o pedido de homenagem. O texto curto solicita apenas a realização da sessão solene. Na agenda da Câmara dos Deputados, a previsão é de que o evento ocorra no dia 1º setembro, às 10h.

Olavo de Carvalho, vale lembrar, é um escritor que foi responsável pela mais recente organização do pensamento da extrema-direita no Brasil, em especial, na formação do bolsonarismo. Ele viveu nos Estados Unidos e morreu, provavelmente, vítima da Covid-19, doença que negava a gravidade e sobre a qual liderou uma cruzada negacionista. A causa oficial foi omitida pela família.

Desde que faleceu, as homenagens propostas a Olavo pela extrema-direita são, de certo modo, comuns. Ele já ganhou nome de rua em Porto Alegre, que lhe dá a alcunha de Filósofo, formação que nunca teve. Ele também ganhou, mais recentemente, a cidadania honorária em Curitiba. Na Câmara, bolsonaristas tentaram incluir o nome do guru extremista no livro de Heróis da Pátria.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.