CartaExpressa,Política

Bolsonaro e presidente polonês, ambos de extrema-direita, conversaram sobre ‘democracia’ em NY, diz governo

Bolsonaro e presidente polonês, ambos de extrema-direita, conversaram sobre ‘democracia’ em NY, diz governo

Jair Bolsonaro e Andrzej Duda, em Nova York. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Jair Bolsonaro e Andrzej Duda, em Nova York. Foto: Reprodução/Redes Sociais

O perfil em inglês do governo federal no Twitter publicou um registro do encontro entre Jair Bolsonaro e o presidente da Polônia, o ultraconservador Andrzej Duda.

Os dois líderes de extrema-direita se reuniram na manhã da última terça-feira 21, em Nova York, durante a Assembleia-Geral das Nações Unidas.

Segundo a postagem do governo Bolsonaro, eles conversaram “sobre a parceria entre os países, os valores compartilhados de liberdade individual e democracia, o aumento do comércio, a proteção ao investimento, defesa e a adesão do Brasil à OCDE”.

Duda se reelegeu em 2020, após uma campanha baseada em ataques sistemáticos à população LGBT. No ano passado, o governo chegou a apoiar uma cidade que instituiu “zonas livres de LGBTs”.

O extremista polonês é um dos poucos aliados de Bolsonaro na Europa.

Veja a publicação:

 

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem