CartaCapital

assine e leia

Uma vitória inédita

Stênio Gardel, nascido em uma comunidade rural do Ceará, ganha o National Book Award com ‘A Palavra Que Resta

O autor, com o troféu, e, à esq., a tradutora Bruna Dantas Lobato – Imagem: Beowul Sheehan/National Book Awards
Apoie Siga-nos no

Ao escutar o anúncio do seu nome na entrega do ­National Book Award, um dos principais prêmios literários dos Estados Unidos, Stênio Gardel viu, num átimo, a vida passar à sua frente.

Natural de Córrego de Areia, povoado de Limoeiro do Norte (CE), Gardel, desde menino, sonhava escrever. A distância entre esse sonho e o anúncio ouvido na cerimônia realizada em Nova York, na quarta-feira 15, parecia, no entanto, inatingível até do ponto de vista “geográfico”, nas palavras do autor.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.