CartaCapital

assine e leia

Terra Yanomâmi/ Reforço na desintrusão

Lewandowski autoriza envio da Força Nacional para expulsar garimpeiros

Com o relaxamento da fiscalização, muitos invasores voltaram ao território – Imagem: PF/ICMBio
Apoie Siga-nos no

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, autorizou o envio da Força Nacional, por 180 dias, para auxiliar na desintrusão de invasores na Terra Indígena Yanomâmi, em Roraima. Segundo a portaria, publicada na segunda-feira 25 no Diário Oficial da União, os agentes colocarão em prática o plano apresentado pela Casa Civil ao Supremo Tribunal Federal para o enfrentamento da crise humanitária, agravada pelo avanço do garimpo ilegal e da degradação ambiental.

O emprego da Força Nacional ocorrerá em articulação com os órgãos de segurança pública locais e com a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), sob a supervisão operacional da Polícia Federal. Os agentes também poderão atuar no combate a queimadas e crimes ambientais. Todas as ações de enfrentamento à crise humanitária são monitoradas pela Casa do Governo em Boa Vista, inaugurada no fim de fevereiro e responsável pela coordenação dos trabalhos de 31 órgãos federais presentes na TI Yanomâmi e em Roraima. O orçamento reservado para combater o crime organizado e fortalecer os serviços de saúde indígena na região soma 1,2 bilhão de reais.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo