CartaCapital

assine e leia

Cartas Capitais

E o salário, ó… A data não celebra o “Dia do Trabalho”, como querem alguns, de congratulações entre patrões e empregados. A efeméride lembra as lutas dos trabalhadores e das trabalhadoras de todo o mundo por dignidade e direitos. O 1º de Maio, portanto, é […]

Apoie Siga-nos no

E o salário, ó…
A data não celebra o “Dia do Trabalho”, como querem alguns, de congratulações entre patrões e empregados. A efeméride lembra as lutas dos trabalhadores e das trabalhadoras de todo o mundo por dignidade e direitos. O 1º de Maio, portanto, é o Dia Internacional dos Trabalhadores.
Pedro Luís Viegas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

10s