Augusto Diniz | Música brasileira

Jornalista há 25 anos, Augusto Diniz foi produtor musical e escreve sobre música desde 2014.

Augusto Diniz | Música brasileira

Websérie sobre carimbó mostra a cena viva do ritmo na região de Belém do Pará

Série com três episódios apresenta depoimentos didáticos e apaixonados de carimbozeiros sobre a manifestação popular

Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

Belém, nos distritos de Icoaraci e Outeiro, na vizinha Ananindeua e Soure, na Ilha de Marajó: por ali a websérie documental Vivências do Carimbó mostra uma vertente do mais importante ritmo musical do Norte do País.

A série, com três episódios em formato de minidoc, está disponível no Youtube e foi lançada dias atrás. O filme tem ótimas imagens captadas dos lugarejos, com apaixonantes depoimentos. Seu didatismo transforma o documentário em uma interessante peça de entendimento da vitalidade do carimbó na região de Belém do Pará.

Vivências do Carimbó apresenta grupos, compositores, cantores, tocadores, dançarinos e fabricantes de instrumentos. Mestres e mestras conduzem as histórias fazendo a conexão ancestral com a cena atual.

A direção é de Priscila Cobra, ela própria carimbozeira, cantora do grupo Cobra Venenosa e mestra em sociologia. A intimidade da diretora com o tema a torna também uma protagonista do filme. Assina ainda a direção Marcos Corrêa.

O som produzido por tambores, banjo, maracas e sopros revela a exuberância cultural amazônica. Mestra Nazaré do Ó, de Icoaraci, comenta no filme o quanto “é difícil às pessoas compreenderem o valor do carimbó”.

Professora da rede pública, a mestra levou a importância da manifestação para os alunos: “Se você quer fazer uma criança feliz, ensine o carimbó”.

Há depoimentos de professores que têm o tema como exercício de educação. A mostra das tradições da Ilha de Marajó no episódio 2 da websérie vem em tom da necessidade de preservar a potência cultural desse Brasil ilhado.

A cena do carimbó urbano é a senha para atrair jovens à manifestação, e grupos se movimentam nessa trilha. O pesquisador Clever dos Santos vê uma mudança de comportamento de uma parcela da juventude nas últimas décadas, com interesse no carimbó.

“A principal transformação é a reafirmação do carimbó enquanto identidade cultural, da resistência cultural, para esse carimbó não ser somente música e dança, mas agente transformador em que a música canaliza essa transformação do comportamento dessa juventude”, diz Clever em seu depoimento ao documentário.

A websérie é um relato bem realizado sobre a cultura popular e sua silenciosa resistência.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo