Renegociação de dívidas e outros planos da Caixa

André Barrocal entrevista Maria Rita Serrano, presidente da Caixa Econômica Federal, sobre o programa ‘Desenrola’ e o papel dos bancos públicos pelo ‘Novo PAC’ do governo Lula

Os deputados do tal “centrão” cobiçam a Caixa Econômica Federal: querem o comando da instituição por serviços prestados ao governo Lula até agora. A ambição alimenta-se de certos comentários feitos a portas fechadas por Luiz Inácio Lula da Silva sobre o desempenho da presidente do banco, Rita Serrano. Nesta sexta-feira 21, as agências da Caixa abriram uma hora mais cedo para atender clientes interessados no Desenrola, programa lançado pelo governo para solucionar dívidas bancárias de 70 milhões de pessoas. Será o início de uma nova fase da Caixa? Lula também conta com os bancos públicos no “novo PAC”, plano em gestação em Brasília para estimular os investimentos e a economia de modo geral. Qual é, afinal, o balanço de sete meses da atual direção da Caixa? E quais são os planos da instituição daqui pra frente? Sobre esses assuntos, o repórter André Barrocal entrevista AO VIVO Rita Serrano, a presidente do banco.

Cacá Melo

Cacá Melo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar