Reginaldo Nasser: Crise na Ucrânia irá resultar em guerra?

Professor de relações internacionais da PUC-SP comenta as tensões no leste europeu

A presença de centenas de milhares de soldados aumenta a tensão na fronteira entre Rússia e Ucrânia – uma situação que vem crescendo desde os protestos da ‘Euromaidan’ em 2013 e a anexação da Crimeia pelo governo de Vladimir Putin, em 2014. Quais serão as consequências dessa crise internacional? Existe a possibilidade de um conflito aberto entre os dois países? A OTAN, sob liderança dos Estados Unidos e do Reino Unido, irá interferir em favor do governo de Kiev? Saiba mais na análise do professor Reginaldo Nasser.

Cacá Melo

Cacá Melo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar