O exemplo do padre Júlio, a agonia do PSDB e o projeto do Partido Militar

Padre Júlio Lancelotti e o sociólogo Marcos Coimbra são os convidados do programa Fechamento

CartaCapital recebe o padre Júlio Lancelotti, um dos principais defensores da população de rua de São Paulo, para uma entrevista sobre seus esforços em meio a uma crise humanitária sem precedentes no Brasil e a violência da Polícia Militar paulista. A equipe também irá conversar com Marcos Coimbra, diretor do instituto Vox Populi, a respeito das perspectivas para as eleições de outubro.

Veja também: Tucanos em extinção? João Doria desiste de disputar a presidência e se torna mais um símbolo da lenta agonia de seu partido. PSDB e MDB tentam se articular em torno de uma candidatura única da “terceira via”. Os novos planos do “partido militar” para sustentar o bolsonarismo até 2035. Pesquisa Datafolha indica que Lula tem 48% no primeiro turno, contra 27% de Jair Bolsonaro. Nova operação policial no Rio de Janeiro termina em tragédia. As mudanças na direção da Petrobras. E, na Colômbia, as chances de Gustavo Petro, que pode se tornar o primeiro presidente da esquerda no país.

Cacá Melo

Cacá Melo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.