A arte indígena é um ato de resistência. Entrevista com Djuena Tikuna

‘Para nós, dos povos indígenas, nunca foi fácil’

Envolvida desde criança nas manifestações culturais da etnia Tikuna, a cantora Djuena acabou se tornando voz importante no país de defesa de seu povo. Seu primeiro álbum solo foi publicado em 2017, com lançamento no Teatro Amazonas, em Manaus – o primeiro show produzido por uma artista indígena em 120 anos de história do espaço. Em entrevista ao colunista Augusto Diniz, a cantora diz ‘não ter outro caminho a seguir’ a não ser transformar a arte de seu povo em arte de resistência: ‘para nós, dos povos indígenas, nunca foi fácil’.

Cacá Melo

Cacá Melo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.