Tecnologia

Twitter anuncia que processará Elon Musk para fazer cumprir acordo de compra

‘O conselho de diretores está comprometido a fechar a transação no preço e nos termos acordados’, anunciou a plataforma

Foto: Olivier DOULIERY/AFP
Foto: Olivier DOULIERY/AFP
Apoie Siga-nos no

O Twitter processará Elon Musk para fazer cumprir o acordo de compra da companhia por 44 bilhões de dólares que o multimilionário quer cancelar, informou nesta sexta-feira 8 o presidente da rede social.

“O conselho de diretores do Twitter está comprometido a fechar a transação no preço e nos termos acordados com o senhor Musk e planeja entrar com ações legais para fazer cumprir o acordo de fusão”, tuitou Bret Taylor.

“Acreditamos que vamos conseguir.”

(Matéria em atualização)

AFP

AFP
Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.