Política

Governo Lula declara emergência ambiental em áreas de 19 estados e do DF

A situação de urgência se justifica diante do risco de queimadas

Imagem: Douglas Magno/AFP
Apoie Siga-nos no

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, declarou estado de emergência em áreas de 19 estados e do Distrito Federal diante do risco de incêndios florestais.

A portaria, publicada na segunda-feira 6, auxilia na oferta de recursos e de equipes às regiões para evitar maiores danos nos períodos de queimada. 

A declaração de emergência se estende, em  alguns casos, até abril de 2024. Apenas sete estados não entraram na lista: Alagoas, Espírito Santo, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe. 

Confira os estados com áreas incluídas na portaria:

De abril a novembro de 2023:

  • Acre;
  • Amazonas: regiões Sudoeste e Sul;
  • Bahia: Extremo-Oeste e Vale do São Francisco;
  • Distrito Federal;
  • Goiás;
  • Minas Gerais: Vale do Jequitinhonha, Região Metropolitana de Belo Horizonte, Norte, Vale do Mucuri, Vale do Rio Doce, Campo das Vertentes, região Central, Noroeste, Sul, Sudoeste, Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba;
  • Mato Grosso;
  • Piauí: região Sudoeste;
  • Rio de Janeiro;
  • Rondônia;
  • Tocantins; 
  • São Paulo.

De maio a dezembro deste ano:

  • Amazonas: mesorregiões Centro Amazonense e Norte Amazonense;
  • Maranhão: mesorregiões Centro Maranhense, Leste Maranhense, Norte Maranhense e Sul Maranhense;
  • Minas Gerais: mesorregião Zona da Mata;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Pará: mesorregiões Baixo Amazonas, Marajó, Metropolitana de Belém, Sudeste Paraense e Sudoeste Paraense;
  • Piauí: mesorregiões Centro-Norte Piauiense, Norte Piauiense e Sudoeste Piauiense;
  • Paraná.

De junho de 2023 a janeiro de 2024:

  • Amapá;
  • Bahia: mesorregiões Centro Norte Baiano e Centro Sul Baiano;
  • Ceará;
  • Maranhão: mesorregião Oeste Maranhense;
  • Pará: mesorregião Nordeste Paraense; 
  • Pernambuco: mesorregiões São Francisco Pernambucano e Sertão Pernambucano.

De julho de 2023 a fevereiro de 2024:

  • Pernambuco: mesorregião Agreste Pernambucano, Mata Pernambucana e Metropolitana de Recife.

De setembro de 2023 a abril de 2024:

  • Bahia: mesorregiões Metropolitana de Salvador, Nordeste Baiano e Sul Baiano; 
  • Roraima.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo