Sociedade

PMs amarram mãos e pés de homem durante abordagem em São Paulo

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo investiga o caso. É o segundo registrado na capital neste ano

Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

Um homem teve as mãos e os pés amarrados na quinta-feira 30, durante uma abordagem da Polícia Militar, na Bela Vista, centro de São Paulo. A prática é proibida pela Justiça, a determinação foi feita após a corporação protagonizar outro caso semelhante neste ano. 

Nas imagens, o homem está deitado no chão com o peito no asfalto e com as mãos e os pés amarrados juntos. 

A Secretaria de Segurança Pública afirmou que no momento da abordagem, o “indiciado estava bastante agressivo” e chegou a atingir uma mulher com uma pedra. O item foi encaminhado à perícia.  

Ele é suspeito de importunação sexual e o caso foi registrado como lesão corporal, ameaça, resistência, dano e desacato. 

Ainda de acordo com a SSP, ele ameaçou os agentes, quebrou o vidro da viatura com chutes e foi contido “para preservar sua integridade física e das demais pessoas”. 

No entanto, testemunhas ouvidas pelo jornal Folha de S. Paulo afirmaram que o homem e duas mulheres teriam se envolvido numa discussão, e uma delas teria feito ofensas racistas contra ele.

A Polícia Militar informou que as circunstâncias do caso estão sendo apuradas e que as imagens já estão sob análise. 

Em nota, a Ouvidoria da Polícia afirmou ter comunicado à Corregedoria e pedido apuração.

O órgão ainda diz que “repudia esta ação, que nada tem a ver com qualquer procedimento sobre abordagem que respeite a dignidade humana, mas que, infelizmente, se repete quase como método, razão pela qual já sugeriu a criação de grupos de trabalho para discutir e refletir sobre qualificação das abordagens policiais em São Paulo e no Brasil, sendo um país com altos índices de reclamações de abordagens violentas e letalidade policial”. 

ENTENDA MAIS SOBRE: ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.