Mundo

MP da Itália envia pedido de extradição e mandado de prisão para Robinho

Apesar da Constituição brasileira não permitir a extradição de brasileiros natos, o atacante poderá ser preso caso tente deixar o País

Jogador Robinho (Foto: Rafael Ribeiro/ CBF)
Jogador Robinho (Foto: Rafael Ribeiro/ CBF)
Apoie Siga-nos no

O Ministério Público de Milão enviou ao Ministério da Justiça italiano um pedido em que requisita a extradição do jogador brasileiro Robinho à Itália para cumprimento de sentença condenatória pelo crime de estupro. Também foi emitido um mandado de prisão internacional para o jogador.

Apesar da Constituição brasileira não permitir a extradição de brasileiros natos, o atacante poderá ser preso caso tente deixar o País. 

Para que Robinho cumpra a pena no Brasil, ainda será necessária uma validação da sentença condenatória por um tribunal nacional. 

No mês passado, a última instância da Justiça italiana condenou o jogador a nove anos de prisão por violência sexual em grupo contra uma jovem albanesa em janeiro de 2013. 

Marina Verenicz
Repórter do site de CartaCapital

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.