Garcia defende tratamento precoce da Prevent Senior e é desmentido ao vivo

Esta é a segunda vez que o bolsonarista é corrigido ao vivo pela emissora

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Sociedade

O comentarista Alexandre Garcia, da CNNBrasil, voltou a ser corrigido ao vivo pela emissora após defender nesta sexta-feira 24 o tratamento precoce usado pela Prevent Senior.

Garcia afirmou que o tratamento precoce e o ‘kit covid’ usados pelo plano teriam salvado milhares de vidas. Ao final do comentário, foi desmentido pela apresentadora Elisa Veeck que destacou que a posição defendida pelo comentarista não tem base científica.

“Reitero sempre para vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN. E mais um acréscimo aqui neste fim do quadro de hoje, a CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a Covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação, são as únicas maneiras de combater a pandemia”, afirmou a apresentadora.

 

 

A operadora de saúde defendida por Garcia é investigada pela CPI da Covid justamente por ter fraudado números de óbitos para defender a eficácia do tratamento precoce. A Prevent Senior teria usado idosos como cobaias em seus estudos, causando mortes de pacientes que tiveram, posteriormente, a causa do óbito adulterada para mascarar os dados.  O estudo fraudulento foi usado para defender o tratamento ineficaz.

O caso ganhou ainda mais repercussão com a confirmação do diretor da Prevent Senior de que alterou os códigos de identificação de pacientes com Covid-19 após 14 dias. Uma das certidões de óbitos fraudadas pelo plano de saúde é de Regina Hang, mãe do empresário bolsonarista Luciano Hang, convocado pela CPI.

 

Histórico de Garcia

Esta é a segunda vez que o bolsonarista é corrigido ao vivo pela emissora. Em agosto deste ano, Garcia afirmou que os mais jovens não deveriam ser vacinados, segundo as estatísticas. A emissora então retornou ao estúdio com a informação confirmada pelo presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia corrigindo o apresentador.

Em outra ocasião, Garcia se desentendeu com outro apresentador da CNN, Rafael Colombo, que o contrariou em uma opinião sobre Bolsonaro. No episódio, o comentarista defendia que o presidente pudesse proibir governadores de estabelecer políticas de isolamento. Ao ser contrariado, disse irritado que ‘não estava sendo entrevistado’.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem