Sociedade

Datafolha: 9 em cada 10 acreditam que violência contra mulher aumentou

Homens que pretendem comprar armas têm visão mais negativa do feminismo

Foto: Pexels / Creative Commons / Pixabay
Foto: Pexels / Creative Commons / Pixabay
Apoie Siga-nos no

Segundo pesquisa Datafolha divulgada neste domingo 14, 9 em cada 10 pessoas acreditam que a violência contra a mulher aumentou no último ano. O dado engloba todos os estratos etários e sociais analisados. Os maiores índices foram registrados entre mulheres (93%) e brasileiros com ensino médio (94%). 88% dos homens concordaram com essa percepção.

As mulheres com renda familiar mensal acima de 10 salários mínimos apresentaram o menor índice: 85%. 

O levantamento indica não haver diferença entre eleitores de Jair Bolsonaro (PSL), Fernando Haddad (PT)  e outros: 90% dos que votaram no ex-capitão e 92% dos que apoiaram outros candidatos na eleição presidencial de 2018 acreditam que a violência contra a mulher aumentou. 

Para 57% dos entrevistados, a imprensa não exagera na exposição de casos de violência contra a mulher – 41% discordam. 

A pesquisa entrevistou 2.086 pessoas entre 2 e 3 de abril em 130 municípios de todo o Brasil. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. 

Homens têm visão mais favorável ao feminismo

Segundo o Datafolha, o feminismo tem avaliação e apoio maior entre homens do que entre as mulheres brasileiras: 48% deles entendem que o feminismo “traz mais benefícios que prejuízos às mulheres”, contra 41% para os quais há “mais prejuízo”. Ao todo, 52% dos homens apoiam o feminismo, contra 39% das mulheres.

Para 43% das mulheres, o feminismo traz mais benefícios. Para 41%, há mais prejuízos. 

Entre a parcela de 30% dos homens que pretendem comprar armas, o feminismo é percebido de forma menos positiva: 47% acreditam que o feminismo “causa mais prejuízos que benefícios para a sociedade”, e 40% percebem mais benefícios. Ao todo, 47% destes homens não apoiam o feminismo, contra 44% que apoiam. 

No grupo dos 70% que não pretendem adquirir uma arma, 52% acreditam que o feminismo é mais beneficial, contra 38% que discordam. Ao todo, 55% deles apoiam o feminismo e 37% não o fazem.

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.