Quatro comunidades do Rio de Janeiro têm casos de coronavírus

Neste sábado, a secretaria de estado de Saúde do Rio de Janeiro anunciou mais três mortes decorrente da Covid-19. Óbitos vão a 13

Quatro comunidades do Rio de Janeiro têm casos de coronavírus

Saúde

Mais duas comunidades do Rio de Janeiro têm confirmados casos de coronavírus, Vidigal, zona sul da cidade, e Parada de Lucas, na zona norte, cada uma com um caso. Ao todo, quatro favelas têm casos de Covid-19, com cinco casos ao todo. Há dois casos confirmados em Manguinhos, e mais um na Cidade de Deus.

Neste sábado, a secretaria de estado de Saúde do Rio de Janeiro anunciou mais três mortes no estado decorrente da Covid-19, passando a um total de 13 óbitos. As vítimas são homens de 46, 65 e 67 anos residentes da cidade do Rio.

Todos os 8 homens e 5 mulheres vítimas de coronavírus confirmados no estado do Rio de Janeiro eram idosos ou apresentavam comorbidades, sendo classificados como grupo de risco para a Covid-19. As mortes ocorreram nas seguinte regiões: Rio de Janeiro – 9 (quatro mulheres e cinco homens);
Miguel Pereira – 1 (mulher); Niterói – 1 (homem); Petrópolis – 1 (homem); Volta Redonda – 1 (homem).

Ainda há 588 casos confirmados no Estado, que se distribuem nas seguintes regiões:

Rio de Janeiro – 489
Niterói – 37
Volta Redonda – 11
São Gonçalo – 4
Petrópolis – 3
Duque de Caxias – 3
Itaboraí – 2
Barra Mansa – 1
Belford Roxo – 1
Campos dos Goytacazes – 1
Guapimirim – 1
Mangaratiba – 1
Miguel Pereira – 1
Nova Iguaçu – 1
Resende – 1
Valença – 1

Ainda de acordo com a secretaria, outros 33 óbitos estão em investigação; 21 aguardam resultado laboratorial e 12, avaliação epidemiológica.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem