Saúde

Distrito Federal antecipa data e volta a flexibilizar uso de máscaras ao ar livre

Medida havia sido revogada com o avanço da Ômicron; veja o cenário em outras capitais

Foto: Sergio Lima/AFP
Foto: Sergio Lima/AFP
Apoie Siga-nos no

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), anunciou que o uso de máscaras deixa de ser obrigatório em espaços abertos a partir desta sexta-feira. A decisão, revogada em janeiro com o avanço da variante Ômicron, foi publicada no Diário Oficial do DF.

A medida se estende a shows ao ar livre e a eventos esportivos a partir de segunda-feira. A liberação para ambientes abertos também seria nessa data, mas Ibaneis decidiu antecipar diante de uma revisão de dados.

— As máscaras são comprovadamente eficazes, relativamente baratas, de fácil acesso e que não têm impacto na realização das atividades econômicas. Então, é algo que não tem urgência em ser retirada, principalmente agora, depois do Carnaval, que a gente espera aumento de casos (de Covid-19) — afirma a infectologista Ana Helena Germoglio.

Não é a primeira vez que o DF adota essa flexibilização. O uso de proteção facial ao ar livre se tornou facultativo em novembro, mas o governo voltou atrás dois meses depois.

— Mesmo sendo um ambiente aberto, não completamente é isento de riscos. O que se precisa ver é a quantidade de pessoas ao redor — continua a médica.

Belo Horizonte (BH), Cuiabá (MT), São Luís (MA) também já liberaram máscaras em espaços ao ar livre. Já em Florianópolis (SC) e em Porto Alegre (RS), a medida vale para menores de 12 anos. Goiânia (GO) e São Paulo (SP) devem tomar as decisões nos próximos dias.

Máscaras seguem obrigatórias no DF em ambientes fechados, como transporte público coletivo, comércio, industriais e áreas de uso comum de prédios e de condomínios. Ao todo, 2.476.118 pessoas receberam a primeira dose e 2.216.012, a segunda, mostram dados do consórcio de imprensa do qual O GLOBO faz parte.

Agência O Globo

Agência O Globo
Agência de notícias e de fotojornalismo do Grupo Globo.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.