Coronavírus no Brasil: Ministério da Saúde confirma 12 casos suspeitos

De acordo com boletim desta sexta-feira 31, estado de São Paulo tem sete casos suspeitos, mais da metade do número total

Novo coronavírus provoca crise na China. Foto: Roslan Rahman/AFP

Novo coronavírus provoca crise na China. Foto: Roslan Rahman/AFP

Saúde

Na tarde desta sexta-feira 31, o Ministério da Saúde atualizou os dados sobre o avanço do coronavírus no Brasil e confirmou que o número de casos suspeitos em observação no país subiu de 9 para 12 nas últimas 24 horas.

Inicialmente, o órgão havia anunciado 13 casos suspeitos no país, mas, durante a coletiva de imprensa, as autoridades presentes revelaram que o exame de um paciente de Minas Gerais havia dado negativo para coronavírus, modificando a lista divulgada.

Ainda assim, grande parte dos casos suspeitos foi registrada em São Paulo, onde sete pacientes estão sendo acompanhados pelas autoridades. Além destes, outros casos suspeitos foram registrados nos estados do Rio Grande do Sul (2), Santa Catarina (1), Paraná (1) e Ceará (1).

Desde a última atualização, na quinta-feira 30, o estado de São Paulo descartou um e classificou cinco novos casos suspeitos, enquanto Santa Catarina registrou um novo caso e Rio de Janeiro descartou outro. Minas Gerais, conforme relatado acima, também deixou de ter um caso deste tipo na atualização desta sexta.

Vale relembrar que, apesar da OMS ter declarado emergência global na quinta-feira 30, ainda não há nenhum caso confirmado de coronavírus no país, tampouco na América Latina. Na China, onde a crise se concentra, já são mais de 10 mil casos confirmados e 213 mortos até o momento.

Casos suspeitos de coronavírus no Brasil*:

  • Ceará: 1 caso suspeito
  • Paraná: 1 caso suspeito
  • Rio Grande do Sul: 2 casos suspeitos
  • Santa Catarina: 1 caso suspeito
  • São Paulo: 7 casos suspeitos

*Números contabilizados até meio-dia de 31 de janeiro de 2020 pelo Ministério da Saúde

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem