Coronavírus: OMS declara situação de emergência pública internacional

Diretor da OMS disse que uma ação coordenada de combate à doença deverá ser traçada entre diferentes autoridades e governos

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS. Foto: Fabrice Coffrini/AFP

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS. Foto: Fabrice Coffrini/AFP

Saúde

A Organização Mundial da Saúde realizou uma conferência de reavaliação do coronavírus nesta quinta-feira 30 e declarou  emergência pública de saúde a nível internacional. São 7716 casos na China, com 170 mortes. Outros 98 casos foram confirmados em 18 países. Ao todo, são 7814 casos de coronavírus pelo mundo. Há registro de 8 casos de transmissão de humano para humano em quatro países: Alemanha, Japão, Vietnã e Estados Unidos.

Ainda de acordo com a OMS, a grande maioria dos casos fora da China tem relação com pessoas que tenham viajado para Wuhan ou tido contato com alguém que tenha histórico de viagens.

O diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, anunciou que uma ação coordenada de combate à doença deverá ser traçada entre diferentes autoridades e governos.

“Devemos lembrar que são pessoas, não números. Mais importante do que a declaração de uma emergência de saúde pública são as recomendações do comitê para impedir a propagação do vírus”, declarou.

Ghebreyesus elogiou a conduta da China com o caso: “A velocidade com que a China detectou o surto, isolou o vírus, sequenciou o genoma e o compartilhou com a OMS e o mundo é muito impressionante. Assim como o compromisso com a transparência e o apoio a outros países”.

O diretor-geral ainda declarou que “”não há razão para medidas que interfiram desnecessariamente em viagens e comércio internacional”. E afirmou a necessidade de países implementarem decisões baseadas em evidências e consistentes. “A OMS está pronta para aconselhar qualquer país que esteja considerando quais medidas tomar “, garantiu.

Coronavírus no Brasil

O Brasil segue com nove casos suspeitos, conforme anunciou o Ministério da Saúde em coletiva de imprensa também nesta quinta-feira.

Foram notificados, entre às 12h de ontem, quarta-feira 29, e às 12h de hoje, quinta-feira 30, dez novos casos. Dos 43 casos notificados no total no território brasileiro, 28 foram descartados de suspeita da doença.

Dos nove suspeitos de coronavírus, 1 está em Minas Gerais, 1 no Rio de Janeiro, 3 em São Paulo, 2 no Rio Grande do Sul, 1 no Paraná e 1 no Ceará.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem