Anvisa recebe pedido de realização de testes da Sputnik V no Brasil

Vacina russa é utilizada atualmente na Argentina. Prazo para resposta é de 72h

Foto: AFP

Foto: AFP

Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu, na noite de terça-feira 29, um pedido do laboratório União Química para a realização de testes da vacina Sputnik V, da Rússia, no Brasil.

“Com a entrada do pedido na Anvisa, a Agência vai analisar o protocolo de pesquisa em até 72 horas.”, informou o órgão, que ressaltou que “é importante que o processo cumpra os requisitos sanitários para pesquisas clínicas”.

 

 

Mais informações sobre o número de voluntários e locais em que a vacina Sputnik V poderá ser testada estão nos documentos apresentados, mas ainda não foram divulgados ao público.

A Sputnik V já está sendo utilizada em campanhas de vacinação na Rússia, onde foi a 1ª vacina a ser registrada – sob críticas, já que não tinha realizado ainda a fase 3 de testagem – no mundo. O imunizante também foi o escolhido para dar início à vacinação na Argentina. A Venezuela também recebeu remessas da vacina.

Segundo informado pelo Instituto Gamaleya, os resultados de eficácia da vacina apontam efetividade de 92%. A continuidade da fase de testes ainda ocorre em clínicas de Moscou e envolve 40 mil voluntários no total.

No Brasil, os estados do Paraná e da Bahia já demonstraram interesse em fechar acordos para testagem e receber o imunizante.

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem