Política

‘Um homem armado jamais será escravizado’, diz Bolsonaro em evento do agronegócio

Em 2019, o presidente sancionou um projeto de lei que ampliou a posse de arma em propriedades rurais

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o armamento civil no campo como forma de conter a violência.

“A arma de fogo também é um sinônimo de liberdade. Um homem armado jamais será escravizado”, repetiu, durante o lançamento do Circuito de Negócios Agro do Banco do Brasil, nesta segunda-feira 17. “O homem do campo passou a poder usar a sua arma em toda a sua propriedade. E isso levou mais tranquilidade para vocês.” 

Em 2019, o presidente sancionou um projeto de lei que ampliou a posse de arma de fogo nas propriedades rurais.

Bolsonaro ainda criticou o MST e afirmou que anulou a atuação do movimento cortando recursos destinados à reforma agrária. “Nós praticamente anulamos a ação do MST tirando dinheiro de ONGs que iam para o MST. Distribuímos mais títulos que nos últimos 20 anos, diminuindo a força daqueles que estavam num processo de reforma agrária que nunca saía”, afirmou. 

O presidente também aproveitou a oportunidade para elogiar os ministros Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura e Tereza Cristina, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Ambos são apoiados por Bolsonaro para concorrer as eleições de novembro. 

Ao final, Bolsonaro tentou se descolar da pecha de negacionista, afirmando que o governo federal comprou as vacinas e “quem quis se vacinar, se vacinou”.

Marina Verenicz
Repórter do site de CartaCapital

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.