Política

Um dia após pronunciamento no Parlamento Europeu, Lula se reúne com a prefeita de Paris

‘Ante todos aqueles que jogam com o medo e querem nos dividir, nós compartilhamos a mesma luta’, disse Anne Hidalgo após almoço

Anne Hidalgo e Lula. Foto: Reprodução/Redes Sociais
Anne Hidalgo e Lula. Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

O ex-presidente Lula se encontrou nesta terça-feira 16 com a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, durante sua viagem à Europa. Após um almoço, o petista compartilhou o registro nas redes sociais.

“A última vez que estive na cidade foi pra receber dela o título de cidadão honorário de Paris. Muito feliz em revê-la”, escreveu Lula na legenda da imagem. Hidalgo, do Partido Socialista, também comentou o encontro.

“Obrigada, querido Lula, pela amizade e por estar comigo hoje. Ante todos aqueles que jogam com o medo e querem nos dividir, nós compartilhamos a mesma luta contra o populismo, na França e no Brasil”, disse a prefeita da capital francesa.

Em 2 de março de 2020, Lula recebeu das mãos de Hidalgo o título de cidadão honorário de Paris, concedido pelo Conselho da cidade. O petista mereceu a honraria em razão de seu “engajamento na redução das desigualdades sociais e econômicas no Brasil” e de sua sua política “contra as discriminações raciais”.

Após o almoço com Anne Hidalgo, Lula se dirigiu ao Instituto Sciences Po, também em Paris, e registrou o momento nas redes.

Na manhã desta terça, Lula também publicou em seus perfis o relato de uma mulher de Benim, na África, que se graduou em Ciência Política no Brasil.

“Estudei no Brasil por causa de um convênio que você assinou. Muito obrigada por tudo. Me formei em Ciência Política. Aqui eu estou fazendo doutorado”, disse ela ao encontrar Lula em uma rua de Paris. “Estudei na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Estou emocionada.”

Na segunda-feira 15, Lula foi ovacionado por eurodeputados após discursar no Parlamento Europeu, em Bruxelas, capital da Bélgica. No pronunciamento, afirmou que o Brasil “tem jeito” e que é possível “construir uma economia justa, sem a destruição do meio ambiente e livre da exploração desumana da força de trabalho”.

“Acreditamos em um mundo cada vez mais plural, unido em torno de valores como solidariedade, cooperação, humanismo e justiça social. Acreditamos em uma nova governança mundial, começando pela ampliação do Conselho de Segurança da ONU, e vamos continuar lutando por ela. Podemos ser felizes juntos. E seremos”, declarou ainda o ex-presidente.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.