CartaExpressa

STF forma maioria para tornar Jorge Kajuru réu por calúnia

Em um vídeo publicado em 2019, Kajuru acusa um adversário político de receber “propina” para aprovar uma lei

Jorge Kajuru; Foto: Pedro França/Agência Senado
Apoie Siga-nos no

O Supremo Tribunal Federal formou nesta sexta-feira 1º maioria para tornar o senador Jorge Kajuru (PSB-GO) réu por calúnia. A denúncia foi apresentada pelo também senador goiano Vanderlan Cardoso (PSD).

Um vídeo de 2019 onde Kajuru acusa o adversário político de receber “propina” para aprovar uma lei motiva a ação. Até agora, seis ministros já votaram para aceitar uma queixa-crime contra Kajuru.

A defesa de Kajuru afirma no processo que a situação não se enquadra nos crimes de honra porque não houve referência a um “fato determinado”.

O ministro Gilmar Mendes, relator, considerou que se tratava de calúnia. Acompanharam os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Luís Roberto Barroso.

André Mendonça e Cristiano Zanin divergiram, justificando que as declarações estão protegidas pela imunidade parlamentar.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.