Política

PT bate o martelo e Haddad terá Lúcia França, do PSB, como vice

A decisão foi sacramentada nesta sexta-feira 5, último dia do prazo para as convenções partidárias

Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação
Apoie Siga-nos no

O candidato do PT ao governo de São Paulo, Fernando Haddad, terá como vice a educadora Lúcia França, esposa do postulante da aliança ao Senado, Márcio França. Ambos são filiados ao PSB.

A decisão, sacramentada nesta sexta-feira 5, último dia do prazo para as convenções partidárias, ocorre três dias depois de Haddad anunciar que a ex-ministra Marina Silva (Rede) não seria sua vice.

“Ela me agradeceu muito a sondagem, mas falou: ‘Pela Amazônia, acho que o meu lugar é Brasília’. Disse com todas as letras que o lugar dela é Brasília. E nós vamos lutar pela sua eleição como deputada federal”, afirmou o petista a jornalistas durante agenda no litoral de São Paulo.

Uma pesquisa Real Time Big Data divulgada em julho apontou que Haddad lidera com folga a corrida ao Palácio dos Bandeirantes, com 34% das intenções de voto, 14 pontos à frente de Tarcísio de Freitas (Republicanos).

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.