Política

Pesquisa Datafolha aponta equilíbrio na disputa entre Boulos e Nunes em SP; confira os números

Deputado está numericamente na dianteira, com 30% das intenções de voto, mas é seguido de perto pelo atual prefeito

Boulos X Nunes. Fotos: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados e Rovena Rosa/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) está tecnicamente empatado com o prefeito Ricardo Nunes (MDB) na disputa eleitoral pelo comando da cidade de São Paulo. O resultado é do mais recente levantamento do instituto Datafolha, divulgado nesta segunda-feira 11.

De acordo com o instituto, Boulos tem 30% das intenções de voto e é seguido de perto pelo emedebista, que soma 29%.

Os dois têm distância confortável dos demais pré-candidatos. Quem aparece mais próximo é Tabata Amaral (PSB), que tem apenas 8%. Depois vem Marina Helena (Novo) com 7%; Kim Kataguiri (União Brasil) com 4%; e Altino (PSTU) com 2%.

Há ainda nesse cenário principal da pesquisa outros 14% que disseram que, diante das opções, votarão em branco ou nulo e outros 6% que não quiseram ou não souberam responder.

A pesquisa Datafolha também monitorou um segundo cenário, sem Kataguiri. Neste caso, o União Brasil apoiaria Nunes, que somaria, então, 30%. Boulos teria 29%. Tabata vai a 9%, Marina Helena mantém 7% e Altino fica com 1%. Nesse cenário, votos brancos e nulos são 16%. Outros 7% optaram por não responder ou não souberam.

Um último cenário sem Tabata e com o PSB se aliando a Boulos também foi testado. Os percentuais, nesse caso, ficam em 33% para Boulos e 33% para Nunes. A candidata do Novo, Marina Helena, fica com 8% e Altino, do PSTU, marca 2%.

Por fim, na pesquisa espontânea, quando não são apresentadas opções de candidatos, Boulos marca 14%  e Nunes tem apenas 8%. Há, ainda, 2% que declaram voto “no atual prefeito” e 1% que vota “no PT ou no candidato do Lula”.

O Datafolha ouviu pessoalmente 1.090 eleitores entre os dias 7 e 8 de março. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo