CartaExpressa

Paraná Pesquisas: Boulos tem 6 pontos de vantagem sobre Nunes na disputa pela prefeitura de São Paulo

Tabata Amaral (PSB), Kim Kataguiri (União) e Vinícius Poit (Novo) aparecem distantes dos dois primeiros

Fotos: Divulgação; e Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Apoie Siga-nos no

Um levantamento do instituto Paraná Pesquisas divulgado nesta quarta-feira 27 aponta que o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) tem 35,1% das intenções de voto na disputa pela prefeitura de São Paulo em 2024. O prefeito Ricardo Nunes (MDB), em busca da reeleição, aparece em segundo, com 29% das menções no principal cenário.

Tabata Amaral (PSB) é citada por 7,5% dos entrevistados, enquanto Kim Kataguiri (União) registra 5,3%. Por fim, o ex-deputado do Novo Vinícius Poit tem 2,8% das intenções de voto. O índice de brancos e nulos é de 14,6% e cerca de 5,7% não souberam responder.

No cenário espontâneo (em que os nomes não são apresentados ao eleitor), Boulos atinge 5,7% das intenções de voto, enquanto Nunes tem 3,5%. Nenhuma outra opção supera 0,6%.

Mais de 80% dos entrevistados não souberam ou não responderam à pesquisa espontânea. Além disso, 7,9% disseram que não votarão em ninguém ou anularão o voto.

O Paraná Pesquisas ouviu 1.066 eleitores do município de São Paulo entre 21 e 24 de setembro. O levantamento tem um nível de confiança de 95% e uma margem de erro de 3,1 pontos percentuais.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.