Política

Negociação sobre programa de governo avança e Lula e Alckmin aguardam para palavra final

Representantes dos partidos aliados reuniram-se nesta quinta para apresentar sugestões e aparar arestas após uma prévia do texto ser divulgada

Lula e Alckmin na reunião da coordenação-geral do movimento Vamos Juntos pelo Brasil. Foto: Ricardo Stuckert
Lula e Alckmin na reunião da coordenação-geral do movimento Vamos Juntos pelo Brasil. Foto: Ricardo Stuckert
Apoie Siga-nos no

Partidos aliados do PT e PSB, que formam a coligação em torno do ex-presidente Lula e do ex-governador Geraldo Alckmin, estão prestes a aprovar as diretrizes que constarão no programa de governo da chapa que concorrerá à eleição nacional em outubro deste ano.

Nesta quinta-feira 9, representantes de PT, PSB, PCdoB, PSOL, Rede, Partido Verde e Solidariedade reuniram-se em São Paulo para apresentar sugestões ao documento e aparar arestas após uma prévia do texto ser divulgada pelos petistas sem o consentimento dos aliados.

“É um assunto superado [a divulgação do documento]”, afirmou a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). ” Há convergência política e não há muita diferença nas opiniões”.

Na reunião, cada partido propôs emendas para serem vinculadas ao documento. “De uma forma geral, todos os participantes ressaltaram a existência de uma ampla convergência no conteúdo do documento inicial apresentado”, disse o coordenador do programa de governo, Aloisio Mercadante, em nota.

Como noticiou CartaCapital, o texto original dá destaque a temas econômicos, como a revogação de medidas aprovadas após a saída do PT do poder, mas trata, também, do papel das Forças Armadas.

“A discussão é agregadora, de busca de convergência”, avaliou Guilherme Menezes Martinelli, um dos representantes do Solidariedade.

Em novo encontro, marcado para o próximo sábado 11,  as legendas discutirão a incorporação das propostas ao documento. Após a aprovação de Lula e Alckmin, o texto será publicado em uma plataforma digital para receber sugestões da sociedade civil.

Alisson Matos

Alisson Matos
Editor do site de CartaCapital. Twitter: Alisson_Matos

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.