Economia

assine e leia

Não é só pelo dinheiro

Programa eleitoreiro de Bolsonaro, o Auxílio Brasil não rende os dividendos esperados pelo Planalto

Imagem: Luis Alvarenga/Getty Images/AFP
Imagem: Luis Alvarenga/Getty Images/AFP
Apoie Siga-nos no

Criado para tentar apagar da memória dos beneficiários o Bolsa Família dos tempos petistas e vitaminar as chances de reeleição de Jair Bolsonaro, o Auxílio Brasil é mais um fracasso da agenda eleitoreira do Palácio do Planalto. Passados dez meses do lançamento do benefício, que elevou o pagamento mensal a 400 reais e ampliou o número de famílias contempladas, a insatisfação entre os mais pobres continua elevada. Segundo pesquisa recente do ­Datafolha, 69% daqueles que recebem o auxílio o consideram insuficiente. E mais: 59% pretendem votar em Lula, contra 20% que preferem o ex-capitão, o “pai” da medida.

Propagandeado pelo Ministério da Cidadania como um programa mais moderno e abrangente que o antecessor, o Auxílio Brasil esbarrou em dificuldades que distanciaram o discurso da rea­lidade. Apesar de ter aumentado o número de famílias atendidas e de praticamente dobrar o valor mensal do benefício, o governo mudou critérios de avaliação do Bolsa Família, entre eles o tamanho das famílias e seu grau de pobreza, o que levava o benefício criado no governo Lula a eventualmente ultrapassar os 600 reais. No atual modelo, o valor do benefício é único, não importa se a família atendida tem dois ou dez integrantes.

Maurício Thuswohl
Repórter da edição impressa de CartaCapital no Rio de Janeiro

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.