CartaExpressa

Moraes nega pedido de Ibaneis para arquivar inquérito sobre omissão no 8 de Janeiro

Na decisão, Moraes justifica que as investigações ainda estão em curso

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, negou o pedido do governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB) para arquivar investigação sobre suposta omissão no 8 de Janeiro. Decisão foi proferida na última sexta-feira 23.

Na decisão, Moraes justifica que as investigações ainda estão em curso. Assim, não é possível encerrar o inquérito.

O pedido de Ibaneis é um reforço do primeiro pedido, feito em agosto. No primeiro pedido, a defesa afirmou que as provas colhidas durante as investigações não comprovam que o governador foi conivente com os atos golpistas.

Moraes, entretanto, rejeita a tese da defensa, afirmando que não cabe aos advogados esse tipo de julgamento. “Incabível ao investigado pretender pautar a atividade investigativa”, diz a decisão.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo