Política

Ministra debate na ONU modelos de cidades para mulheres

A ministra está na comitiva do presidente Luiz Inácio Lula Silva que atende à 78ª Assembleia Geral da ONU

Primeira reunião do grupo de trabalho interministerial (GTI). E/D. Ministro do TST, Alberto Bastos Balazeiro, Ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, Ministro do Trabalho, Luiz Marinho, Ministra da Gestão e Inovação, Esther Dweck, e o Diretor da OIT, Vinícius Pinheiro. Foto Valter Campanato/Agência Brasil.
Apoie Siga-nos no

A ministra da Mulheres, Cida Gonçalves, participou de uma reunião da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, para a promoção da igualdade de gênero em posições de liderança.

A ministra está na comitiva do presidente Luiz Inácio Lula Silva que está nos Estados Unidos para acompanhar a abertura da 78ª Assembleia Geral da entidade, na terça-feira (19).

Durante o evento, a ministra anunciou que o Brasil implantará o projeto-piloto “Cidades Lideradas por Mulheres”, no país. Cida Gonçalves se colocou à disposição para a construção de cidades seguras e democráticas para as mulheres.

“Não acredito em democracia sem a participação efetiva e plena das mulheres. O conceito de cidades para mulheres também não pode deixar de considerar o enfrentamento constante à violência de gênero”, afirmou.

A reunião faz parte da implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. O encontro é realizado antes da assembleia geral e também reúne empresárias e diretoras de entidades do terceiro setor.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo