CartaExpressa

Manifestantes marcham contra a fome no Rio de Janeiro e em São Paulo

Protestos foram organizados pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto e pela Frente Povo Sem Medo

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

Manifestantes tomaram as ruas de São Paulo e Rio de Janeiro em uma marcha contra a fome e as políticas de Jair Bolsonaro neste sábado 13.

Os manifestantes ecoaram gritos e carregaram faixas com palavras de ordem contra as políticas econômicas conduzidas pela atual gestão. Ossos de boi, em referência às chocantes filas de famintos em buscas de ossos descartados para se alimentar também foram carregados pelos integrantes da marcha.

Políticos do campo progressista, como Guilherme Boulos, pré-candidato pelo PSOL ao governo de São Paulo, e Chico Alencar (PSOL-RJ), acompanharam os protestos em cada capital.

Além de SP e RJ, movimento semelhante também foi registrado em outras cidades, como Belo Horizonte, Recife, Maceió, Aracaju, Ceilândia, Boa Vista e Montes Claros.

Nas redes sociais, os atos também chamaram a atenção.

O MTST, um dos organizadores, destacou a semelhança do ato com um protesto de mães periféricas em 1973, contra as políticas da Ditadura Militar que causaram a fome naquele período.

“O Movimento do Custo de Vida nasceu em 1973, no período da ditadura militar, por iniciativa de grupos de mães das periferias de São Paulo. Quase 50 anos depois, voltamos pra mesma pauta. Enquanto houver fome haverá luta”, destacou o movimento nos seus perfis nas redes sociais.

De acordo com os organizadores em SP, o ato deve ser encerrado no fim da tarde com uma cerimônia ecumênica celebrada pelo padre Júlio Lancellotti na Praça da Sé.

No Rio de Janeiro, a marcha também se juntou ao 7ª edição do ato ‘Leblon vai virar Palmares’, que historicamente ocupa a região com um dos metros quadrados mais caros da cidade.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.