Política

Lula e Kalil se reúnem em São Paulo e aliança fica mais próxima

A conversa entre os dois ocorreu no dia 24, dois dias depois de PSD e PT terem chegado a um novo acordo na Bahia

O ex-presidente Lula. Foto: Ricardo Stuckert
O ex-presidente Lula. Foto: Ricardo Stuckert
Apoie Siga-nos no

Em meio a sinais de aproximação entre o PSD e o PT, o ex-presidente Lula se reuniu com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil  no Instituto Lula, em São Paulo. Kalil é pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo partido.

Em segundo lugar nas pesquisas eleitorais no estado, Kalil encontra problemas. Tem apenas metade das intenções de voto do candidato à reeleição, Romeu Zema (Novo), popular no interior do estado. Aproximar-se de Lula, apostam interlocutores, é o caminho mais viável para torná-lo mais conhecido nos muncípios mineiros.

Depois de manter por alguns meses distanciamento do PT, Kalil começou a dar sinais de aproximação com o partido do candidato petista à Presidência e chegou a declarar que “pode precisar mais de Lula” do que Lula dele, quando questionado por CartaCapital sobre dar um palanque ao PT em Minas.

A conversa entre Lula e Kalil ocorreu no dia 24, dois dias depois de PSD e PT terem chegado a um novo acordo na Bahia, que culminou na retirada da candidatura do senador Jaques Wagner ao governo local. Agora, cabe ao PT decidir a nova estratégia, que pode ser a de apoio a Otto Alencar, do PSD, com Rui Costa, atual governador, ao Senado pelo PT. O movimento seria um aceno do PT ao PSD.

O líder do PT na Câmara Reginaldo Lopes também defendeu, em entrevista à CartaCapital, que Kalil seja o nome do PT em Minas incluindo ele mesmo como candidato ao Senado. Porém, Alexandre Silveira (PSD) , que acaba de assumir uma vaga no congresso no lugar de Antonio Anastasia que foi para o Tribunal de Contas da União, também é candidato ao posto.

Uma liderança petista afirmou que há possibilidade do PT abrir mão da chapa ao Senado, caso seja impedimento para formar a aliança PT/PSD. “A prioridade é termos palanque forte em Minas essencial para um bom desempenho nacional”, afirmou.

Noutra ponta do PSD, a pré-candidatura de Rodrigo Pacheco sair de cena, dando lugar a especulações sobre a vinda de Eduardo Leite para disputar a Presidência. Lideranças do PSD em Minas não veem problema em um palanque duplo no estado.

Ana Flávia Gussen
Repórter da revista CartaCapital

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.