Entrevistas

assine e leia

‘O Lula não precisa do Kalil, mas pode ser que o Kalil precise de Lula’

Prefeito de Belo Horizonte não descarta a possibilidade de dividir o palanque com o petista em Minas e critica o presidente Bolsonaro

Tapete vermelho. Se desejar fazer uma visita, o ex-presidente petista será “muito bem recebido“, adianta o prefeito de BH – Imagem: Amira Hissa/Prefeitura de Belo Horizonte
Tapete vermelho. Se desejar fazer uma visita, o ex-presidente petista será “muito bem recebido“, adianta o prefeito de BH – Imagem: Amira Hissa/Prefeitura de Belo Horizonte
Apoie Siga-nos no

Segundo maior colégio eleitoral do País, Minas Gerais é um dos centros da disputa nacional deste ano. Os presenciáveis digladiam-se por palanques no estado e o PSD do prefeito da capital, Alexandre Kalil, já cortejado pelo PT, começa a abrir a guarda para um apoio nos níveis nacional e estadual. Enquanto isso, aumentam os rumores de que a pré-candidatura de Rodrigo Pacheco à Presidência subiu no telhado. Em entrevista a CartaCapital, Kalil fez elogios ao ex-presidente Lula e não rechaçou a possibilidade de dividirem o palanque ainda no primeiro turno. “Lula não precisa do Kalil, mas pode ser que o Kalil precise de Lula”, diz, com debochada sinceridade. Segundo a última rodada da pesquisa DataTempo, o prefeito possui 28% de intenções de voto, metade do porcentual do governador Romeu Zema, candidato à reeleição.

Com a gestão aprovada por 74% dos moradores da capital mineira, Kalil usa o título conferido a Belo Horizonte pelo Imperial College de Londres, de “cidade que melhor combateu a pandemia no Brasil”, como um trunfo a ser explorado nas eleições. Além disso, faz questão de reiterar que, em Minas, “Zema é Bolsonaro, e Bolsonaro é Zema”. A entrevista completa, em vídeo, está disponível no canal de CartaCapital no YouTube.

Ana Flávia Gussen
Repórter da revista CartaCapital

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.