Diversidade

Lula é favorito de 86% do público da Parada LGBT+ em São Paulo, diz pesquisa

Levantamento realizado pelo #VoteLGBT também revela que Bolsonaro tem apenas 1,6% de apoio entre os frequentadores

26ª Edição da Parada LGBT+. Foto: Roberto Parizotti
26ª Edição da Parada LGBT+. Foto: Roberto Parizotti
Apoie Siga-nos no

O ex-presidente Lula (PT) é o pré-candidato favorito para 86% do publico da 26ª edição da parada LGBT em São Paulo, que reuniu 4 milhões de pessoas no domingo dia 19, na Avenida Paulista.

Levantamento realizado pelo #VoteLGBT mostra que, na sequência, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 2,5%, e o presidente Jair Bolsonaro (PL) com 1,6%. Os demais candidatos não chegaram a pontuar 1%.

Ao avaliar o atual governo, 90% dos entrevistados julgam a gestão atual como péssima. O índice chega a 96% entre frequentadores da Marcha Trans e 94% na Caminhada de Mulheres Lésbicas e Bissexuais.

Também questionados sobre preferência de votos nas eleições em geral, 88% dos entrevistados declararam preferir votar em representantes LGBTs. No entanto, apenas 45% têm conhecimento de alguma candidatura LGBT+ que disputará as próximas eleições.

A pesquisa tem uma margem de erro de 3,3 pontos percentuais para mais ou para menos.

A Parada

Com o tema “Vote com orgulho – por uma política que representa”, a 26ª edição da Parada do Orgulho LGBT+ ocorreu no domingo após dois anos longe das ruas devido à pandemia.

Mesmo com o tema sobre política, a presidente da organização que gere a parada, Claudina Regina dos Santos Garcia, definiu o evento como “um movimento suprapartidário”. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, ela afirmou que não puxaria “nem ‘Lula Lá’, nem ‘Fora Bolsonaro” no intuito de respeitar o voto de todos.

Mesmo com a neutralidade da organização do evento, manifestantes coloriram a avenida nas cores do arco-íris com cartazes em apoio a Lula. CartaCapital registrou as manifestações.

Caio César

Caio César
Estagiário de CartaCapital

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.