CartaExpressa,Política

Luciano Hang tentou entrar algemado em sessão da CPI, mas foi impedido

Luciano Hang tentou entrar algemado em sessão da CPI, mas foi impedido

O empresário dono da Havan foi escoltado por senadores bolsonaristas na entrada do Senado. Entre eles, Flávio Bolsonaro

Reprodução Youtube

Reprodução Youtube

Ouvido nesta quarta-feira 29 pela CPI da Covid, o empresário Luciano Hang tentou entrar no Senado Federal com algemas, em um ato de ironia, mas foi barrado por seguranças do local.

Em coletiva na porta do Senado, Hang justificou o fato de não ter optado por pedir um habeas corpus e escapar do depoimento. “Eu apenas peço pela liberdade de expressão. O que eu peço, a esse Senador, é que me deixem falar. A minha agenda está aberta para os senhores senadores”, declarou. Afirmou ainda que a sessão de hoje deve ser ‘a melhor’ da CPI. “Quem tem argumentos não precisa levantar a voz.” 

No depoimento de hoje, os senadores pretendem aprofundar as investigações sobre o financiamento de fake news, a existência do gabinete paralelo do governo Bolsonaro e as supostas alterações no atestado de óbito da mãe de Hang pela Prevent Senior. 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem