Política

Leia a íntegra do relatório da CPMI, que pediu indiciamento de Bolsonaro e mais 60 pessoas pelo 8 de Janeiro

Documento produzido pela senadora Eliziane Gama foi lido nesta terça-feira na comissão

A senadora Eliziane Gama lê o relatório que recomendou o indiciamento de Bolsonaro pelo 8 de Janeiro. Foto: Lula Marques/ Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O relatório final da CPMI do 8 de Janeiro, produzido pela senadora Eliziane Gama (PSD-MA) e lido no no Congresso nesta terça-feira 17, recomendou que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e outras 60 pessoas, entre elas políticos e militares, sejam indiciados pela tentativa de golpe no 8 de Janeiro, em Brasília.

A senadora leu, ao longo de toda a manhã, os argumentos distribuídos nas mais de 1 mil páginas do documento que sustentam que o ex-presidente foi o ‘autor intelectual’ dos atos antidemocráticos. Pelas provas colhidas, ela sustentou que Bolsonaro precisa responder pelos crimes de associação criminosa, violência política, abolição violenta do Estado Democrático de Direito e golpe de Estado.

O relatório, que pode ser lido na íntegra abaixo, precisará ser votado pelos deputados e senadores que integram a comissão. Há a possibilidade de que o texto seja votado ainda nesta terça-feira. Um pedido de vista, no entanto, é quase certo. A ação adiará a votação para quarta-feira 18.

Relatório CPMI

Clique aqui para baixar o relatório com os anexos.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo