Política

Ivan Valente pede que MPF investigue gastos hospitalares de Bolsonaro

Representação cita falta de transparência dos gastos envolvendo um voo fretado para transportar o médico do presidente

Créditos: Reprodução Redes Sociais Créditos: Reprodução Redes Sociais
Créditos: Reprodução Redes Sociais Créditos: Reprodução Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

O deputado federal Ivan Valente (PSOL) protocolou um pedido de representação junto ao Ministério Público Federal para que se investiguem os gastos do presidente Jair Bolsonaro durante a última internação hospitalar, no Hospital Vila Nova Star, que pertence à Rede D’Or São Luiz.

Conforme exposto no pedido, as informações referentes as faturas da hospitalização fornecidas pelo Planalto e pela rede privada de saúde são conflitantes. 

O deputado questiona a modalidade dos pagamentos das despesas e a transparência dos custos que envolveram o transporte do médico pessoal de Bolsonaro ao Brasil. Antônio Luiz Macedo, que estava de férias em Bahamas, retornou ao País a pedido do presidente. 

A diretoria do Hospital informou que os custos foram assumidos pela instituição e não seria repassado à Presidência. 

O deputado cita no pedido uma matéria da Veja que aponta que o jato que transportou o profissional pertencia a Paulo Moll, CEO da Rede D’Or São Luiz. 

Segundo o pedido, “os fatos narrados trazem fortes indícios de que o Presidente da República Jair Bolsonaro utilizou-se do cargo para receber vantagens oferecidas pela Rede de Hospitais Star Rede D’Or consistentes no custeio de suas internações e no transporte de seu médico das Bahamas para o Brasil durante a última internação.”

Ainda conforme a representação, a empresa de serviços médicos vem sendo favorecida pelas decisões presidenciais podendo ser beneficiada em decisões futuras, citando uma futura autorização do CADE para aquisição de ativos da rede de planos de saúde Amil.

As versões divergentes sobre os gastos da interação do presidente também são alvo de uma investigação do Ministério Público de Contas junto ao TCU (Tribunal de Contas da União). 

Marina Verenicz
Repórter do site de CartaCapital

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.