Greve brasileira ganha apoio durante protesto em Paris

A greve brasileira foi assunto em praticamente todos os jornais franceses

Greve brasileira ganha apoio durante protesto em Paris

Mundo,Política

A greve geral dessa sexta-feira (14) ganhou destaque fora do país. Além de ter repercutido na imprensa internacional, a mobilização contou com apoio de sindicatos e associações militantes na França, que organizaram uma manifestação no centro de Paris.

O protesto, realizado na Place de la République, foi convocado por diferentes coletivos e associações. Havia desde professores universitários, preocupados com os anúncios feitos pelo governo de Jair Bolsonaro sobre os cortes na educação, até defensores do ex-presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Uma grande faixa com o rosto do ex-chefe de Estado estampado, acompanhado da frase “Free Lula”, foi instalada em frente ao monumento principal da praça. Militantes com megafone fizeram discursos em favor do líder petista, contra Jair Bolsonaro e contra o atual ministro da Justiça, Sérgio Moro.

O protesto reuniu cerca de 100 pessoas, entre brasileiros que vivem em Paris e franceses. Vários sindicatos locais, como a CGT e a União Sindical Solidária, participaram do ato, assim como grupos políticos ecologistas e de esquerda. Representantes da França Insubmissa, o principal partido da oposição francesa, da esquerda radical, também compareceram no protesto, que teve até a presença de manifestantes usando coletes amarelos, símbolo da contestação atual na França.

A greve brasileira foi assunto em praticamente todos os jornais franceses. Os canais de rádio e televisão mobilizaram seus correspondentes, que informam a evolução da mobilização nas ruas do Brasil, muitas vezes ao vivo, durante todo o dia.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Rádio pública francesa que produz conteúdo em 18 línguas, inclusive português. Fundada em 1931, em Paris.

Compartilhar postagem