Política

Governador de Santa Catarina inaugura clube de tiro um dia após decreto de Lula

O bolsonarista Jorginho Mello (PL-SC) foi o convidado de honra no evento; local está próximo de uma escola, o que viola novas regras publicadas pelo governo federal

Jorginho Mello em inauguração de um clube de tiro. Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

O governador de Santa Catarina, Jorginho Mello (PL), participou como convidado de honra no evento de inauguração de um clube de tiro no estado no último sábado. O fato chama a atenção por ocorrer apenas um dia após a publicação de um decreto federal que fecha o cerco sobre os estabelecimentos e visa reduzir a circulação de armas de fogo no Brasil. As informações são do jornal O Globo desta sexta-feira 28.

Conforme os registros nas redes sociais do clube, o político bolsonarista usou seu discurso para pregar contra o eixo do decreto de Lula (PT). A medida do governo, entre outras ações, reduziu o limite de armas por atirador de 60 para 16. Mello se posicionou no sentido contrário ao texto:

“[Vamos] reconstruir o que garante a segurança da família, porque arma não pode estar na mão de bandido, mas na pessoa de bem, na mão do brasileiro, a arma tem que estar”, disse o governador.

A visita de Mello ao clube de tiro contrasta também com a vontade do governo federal de reduzir o número de estabelecimentos. O presidente Lula chegou a dizer, ao longo desta semana, que pretendia fechar todos os clubes privados e manter apenas aqueles usados pelas forças de segurança.

Flávio Dino, ministro da Justiça e Segurança Pública, foi mais ameno e afirmou que a política irá focar em encerrar as atividades apenas daqueles que não cumprirem a nova legislação. A mudança mais significativa no tema prevê horários mais restritos para funcionamento. Há restrições também na distância entre o clube de tiro e escolas.

O clube inaugurado por Mello, segundo o jornal, estaria irregular. Batizado de Top Gun Floripa, o estabelecimento fica em São José, cidade do entorno da capital catarinense, e está localizado a poucos metros do Centro Educacional Municipal Escola do Mar Flávia Scarpelli Leite, o que viola as novas regras.

Nos registros publicados na rede do clube de tiro, o governador também aparece ao lado de crianças circulando pelo local recém-inaugurado. Os jovens, nas imagens, aparecem próximos a vitrines onde são expostos os armamentos do clube.

Outros políticos bolsonaristas também estiveram no local. Também pelos perfis do Top Gun é possível ver a Julia Zanatta (PL) discursando contra o decreto do governo e cobrando ‘união nessa guerra’. Termos semelhantes reaparecem em frases ditas por outros convidados. A deputada Caroline de Toni (PL) é outra que circulou pelo local durante a inauguração.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo